sábado, 27 de outubro de 2007

MENSAGEM AOS CATEQUISTAS PELO CARDEAL HUMMES

No dia 18 de Outubro, festa de São Lucas Evangelista, o Cardeal Cláudio Hummes, Prefeito da Congregação para o Clero, enviou uma Mensagem aos Catequistas do mundo inteiro.
Neste primeiro ano de serviço como Prefeito da Congregação para o Clero, à qual está confiada o sector da catequese, o Cardeal Hummes quis enviar uma saudação cordial e fraterna aos catequistas do mundo, pedindo que Deus, bom e grande no amor, rico em misericórdia, os abençoe de modo muito especial.
Na sua mensagem, deseja, antes de tudo, comunicar aos catequistas o seu apreço pelo serviço eclesial que prestam, de modo incansável, na educação da fé católica de muitos catecúmenos e baptizados. Assegura o seu carinho pelos comprometidos no bom combate pela fé, que, muitas vezes, requer tantos sacrifícios heróicos, aos quais os catequistas respondem com alegria e preserverança.
Na fidelidade a Deus e ao homem, o Cardeal afirmou que os catequistas continuam a ser, para as suas comunidades paroquiais, uma verdadeira riqueza e autênticos sinais promissores. Por isso, Dom Cláudio Hummes exorta os catequistas, espalhados pelo mundo inteiro, a continuarem a demonstrar paixão e dedicação ao serviço que prestam como educadores e testemunhas da verdade, que transmitem, integral e fielmente, aos homens do nosso tempo.
O Cardeal convida os catequistas a serem capazes de fortalecer a sua fé, mediante a oração, a formação e a caridade; a serem sempre alegres e diligentes, para que, através da sua obra, seja dada glória a Deus. Apela para que com os seus gestos, sorrisos e palavras sejam testemunhos vivos de que o amor de Deus é possível.
Por fim, o Cardeal Hummes, chama a atenção dos catequistas a redescobrirem as raízes profundas do seu testemunho e a nutrirem o seu serviço catequético com o alimento dos fortes, ou seja, com a Eucaristia. Encoraja-os a revelarem o rosto de Cristo a todos os que encontrarem, na gratidão e na fidelidade do seu serviço; a serem evangelizadores alegres, animados e pacientes; a serem ministros do Evangelho, cuja vida irradia o fervor da alegria de Cristo.

Sem comentários: