terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Caminho ecuménico, caminho da unidade de fé

Na Oração do "Angelus", no domingo passado, o Papa Bento XVI, dedicou a catequese introdutória à oração das Ave-Maria à semana de oração pela unidade dos cristãos.
Referiu que «temos todos o dever de rezar e agir para superar todas as divisões entre os cristãos, correspondendo ao desejo de Cristo "Ut unum sint". A oração, a conversão do coração , o reforço dos vínculos de comunhão formam a essência deste movimento espiritual que fazemos votos que possa conduzir em breve os discípulos de Cristo à celebração comum da Eucarístia, manifestação da sua plena unidade».
Citando o tema bíblico proposto este ano para esta semana ecuménica - "Rezai continuamente" -, Bento XVI recordou o contexto desta exortação do Apóstolo Paulo, que se dirigia à comunidade de Tessalónica que vivia no seu seio contrastes e conflitos. «Convidando à oração incessante os cristãos tessalonicenses - observou o Papa - Paulo quer fazer compreender que é da vida nova em Cristo e no Espírito Santo que provém a capacidade de superar o egoísmo, vivendo em paz e em união fraterna e levando cada um, de bom grado, os pesos e sofrimentos dos outros. Nunca nos devemos cansar de rezar pela unidade dos cristãos! Quando Jesus, na última Ceia, rezou para que os seus "sejam uma só coisa", tinha em mente uma finalidade precisa: "para que o mundo creia". A missão evangelizadora da Igreja passa portanto pelo caminho ecuménico, o caminho da unidade de fé, do testemunho evangélico e da autêntica fraternidade», acrescentou o Sumo Pontífice.
Recordando que ele próprio se deslocará, na próxima sexta-feira, à Basílica romana de São Paulo fora de muros para presidir às Vésperas solenes, Bento XVI, convidou os fiéis a unirem-se-lhe nesse momento de oração. Concluiu o Pontífice pedindo que se invoque Maria, «a santa Mãe de Deus», para que «obtenha do Senhor para todos os seus discípulos a abundância do Espírito Santo,de tal modo que possamos alcançar a perfeita unidade, oferecendo assim o testemunho de fé e de vida de que o mundo tem urgente necessidade».
Fonte: "Diário do Minho", 21.01.2008

Sem comentários: