sábado, 1 de março de 2008

4ª Semana da Quaresma -OBRA NOVA

"Tudo é velho!"
diz-se às vezes para constatar, com o Eclesiastes desiludido:
"Não há nada de novo debaixo do sol".
Constatação depois de uma longa vida de regozijo?
Mas tudo isso provoca secura, desencorajamento, falta de empenho...
Como é encorajador e revigorador o anúncio de Isaías:
"Vou criar novos céus e uma nova terra e não nos lembraremos mais do passado
que não subirá mais ao coração..."
E o Apocalipse anuncia a sua realização:
"Eis que faço o universo novo..."
Estas palavras são comprometedoras,
porque este mundo novo não é somente uma promessa de futuro,
começou na manhã de Páscoa.
Pelo baptismo, cada um de nós participa desde já neste dinamismo que trabalha,
como um fermento irresistível, o velho mundo.

Adaptado de "Chemins de Pâques 1994"pelo P. Manuel Joaquim Gomes Barbosa
Fonte: Ecclesia

Sem comentários: