sábado, 8 de março de 2008

Sacerdote é o primeiro catequista da paróquia

"O Sacerdote é o primeiro catequista da paróquia". As palavras são do prefeito da Congregação para o Clero, Cardeal Cláudio Hummes, durante uma conferência, proferida na Faculdade de Teologia São Dâmaso.
Na ocasião o Cardeal Cláudio Hummes lembrou a necessidade dos catequistas "serem animados pela presença constante do pároco", e alertou para o facto de "muitos párocos não acompanharem os seus catequistas". Para o prefeito da Congregação do Clero é necessário que os párocos se recordem que a sua primeira missão é a de "cuidar da orientação da catequese".
Falando acerca do "Sacerdote e o ministério da Catequese", o cardeal fez um percurso pelo Novo Directório Geral sobre Catequese e afirmou que é necessária uma "unidade entre fé e vida", destacando que a finalidade da catequese é "abrir o coração e prepará-lo para uma total coesão a a Jesus Cristo".
O prelado enumerou ainda algumas das características do trabalho catequético. Este deve ser caracterizado por "um processo de iniciação na vida da fé" acompanhado por "uma vida de fé em comunidade", de forma a existir um "fio que conduz a Jesus Cristo".
O Cardeal Cláudio Hummes destacou ainda que a "acção da catequese é transformadora das estruturas de pecado da sociedade humana, à luz do Evangelho", e realçou a importância de uma inculturação que "assuma a maneira de ser do povo" e um "forte despertar da urgência da missão".
Na conclusão da sua intervenção o prefeito da Congregação para o Clero procurou dar algumas linhas mestras para um correcto exercício da catequética, realçando a necessidade de manter o "esforço por alcançar a finalidade própria da catequese" e "garantir uma adequada apresentação do conteúdo da fé".
Notícias de Viana, n.º 1365, de 6 de Março de 2008

Sem comentários: